O Google DeepMind Challenge Match foi organizado pela gigante da Internet e colocou em confronto o melhor jogador do mundo de Go e um sistema de realidade virtual baseado em redes neurais e que tira partido de machine learning – vai evoluindo e aprendendo.

O AlphaGo foi desenvolvido pela DeepMind, uma empresa britânica que foi adquirida pela Google. Na série de cinco jogos em que defrontou Lee Se-dol só perdeu uma vez. Depois do segundo jogo o adversário humano teve até alguma dificuldade em comentar a partida, admitindo que em nenhum momento se sentiu no controlo do jogo.   

No penúltimo jogo dos cinco previstos Lee Se-dol venceu e, segundo o The Verge, a última partida foi a mais disputada com os dois adversários a lutarem até ao fim pela vitória. Mesmo assim, a vantagem da máquina é claríssima.

O Go é um jogo de tabuleiro tradicional chinês caraterizado pelo elevado nível de possibilidades em aberto para cada jogada. Por deixar ao jogador uma enorme margem para decidir em cada jogada acreditava-se que no confronto homem/máquina fosse impossível que o segundo vencesse. Lee Se-dol deve ter pensado o mesmo quando aceitou o desafio que lhe dava a oportunidade de levar para casa um prémio de um milhão de dólares.

Sempre que humanos e máquinas se defrontam e os humanos perdem, o assunto ganha destaque mas na verdade este tipo de confrontos, com balanço negativo para o Homem, não são uma novidade. Recorde aqui os exemplos mais mediáticos.    

 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.