Um grupo de seis fabricantes de máquinas fotográficas digitais e de impressoras, incluindo a Canon e a Sony, apresentaram em conjunto esta segunda-feira um novo padrão industrial que permite que as imagens tiradas por uma câmara sejam impressas directamente, sem necessidade de recorrer a um computador.

O padrão, denominado DPS - que é um nome e não um acrónimo -, está a ser proposto pela Hewlett-Packard, Canon, Sony, Fuji Photo Film, Olympus Optical e pela Seiko Epson. Até agora, cada fabricante empregava um método proprietário para imprimir directamente imagens das suas câmaras digitais, o que dificultava a utilização de equipamentos de diferentes marcas.

A primeira versão do padrão deverá ser lançada em Fevereiro do próximo ano e vai assegurar a compatibilidade entre aparelhos de fotografia e impressoras, independentemente da marca. Num futuro próximo, as especificações DPS poderão ser também adoptadas nas câmaras digitais de dispositivos móveis. Mais tarde, espera-se que os fabricantes de unidades de armazenamento de dados desenvolvam produtos DPS.

O DPS foi concebido para tirar partido de ligações USB com PTP (Picture Transfer Protocol), enquanto protocolo de transferência de dados. O standard foi desenvolvido para ser simples e expansível, utilizando o mesmo interface para todas as câmaras. Depois de se ligar um cabo USB entre a câmara e a impressora, o utilizador escolhe uma imagem a partir do monitor de cristais líquidos da máquina. Basta apenas pressionar um botão na câmara para a impressora responder e imprimir a imagem.

Notícias Relacionadas:
2001-10-03 - Canon aposta na ligação entre câmaras digitais e impressoras

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.