O laboratório de investigação do Facebook, Reality Labs, está a investigar um novo sistema de realidade aumentada que possa ajudar as pessoas a ouvir melhor. A ideia é melhorar as rotinas diárias das pessoas, seja a trabalhar, a jogar ou simplesmente a socializarem. A utilização de tecnologia de realidade aumentada poderá ser um “game changer” sobretudo para a população com dificuldades de audição.

O Facebook refere que só nos Estados Unidos existem 30 milhões de pessoas com perdas auditivas e 446 milhões a nível global. E em locais com demasiado barulho, torna-se ainda mais complexo e desafiante a comunicação, além de terem de pensar mais arduamente em como se exprimir, causando reduções de memória, fadiga mental e outros efeitos.

Apesar dos equipamentos auditivos amplificarem o som para ajudar os utilizadores a ouvir, estes também aumentam o ruído à volta. Por isso, as novas tecnologias permitem combinar sinais Beamforming das redes sem fio, com técnicas de deep learning, cancelamento de ruído ativo e reconhecimento de contexto nos arredores, para que os sistemas de realidade aumentada possam ajudar a definir aquilo que desejem ouvir. Para tal, o sistema isola e melhora a fonte de som, ao mesmo tempo que reduz o ruído em redor.

Através do envio do sinal melhorado e processado por realidade aumentada de volta ao equipamento auditivo, será possível aumentar o volume apenas dos sons que deseja ouvir, e dessa forma fazer fluir as conversas. O Facebook destaca, no entanto, que as plataformas de realidade aumentada pretendem melhorar os equipamentos de audição, e não os substituir.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.