Tal como acontece todos os anos neste período, a Electronic Arts lança uma nova versão do seu simulador futebolístico FIFA. Este ano foi garantida a Liga dos Campeões, até aqui um exclusivo do seu rival PES, tornando-o o mais completo jogo de futebol, com praticamente todas as licenças das equipas, jogadores e competições. E para comemorar a nova competição, a terceira parte da trilogia do modo história, A Jornada, contará com o protagonista Alex Hunter no Real Madrid a disputar um lugar de glória como campeão europeu.

Para se diferenciar um pouco dos títulos anteriores, FIFA 19 introduz novos modos de jogo para prolongar a diversão. É o caso do Survival Mode que expulsa um jogador aleatório da equipa que marca um golo, exceto os guarda-redes, para o adversário ter mais hipóteses de recuperar. Se optar pelo No Rules, vale tudo na partida, pois não existem faltas, foras-de-jogo ou cartões. Existem outras variações, como por exemplo os encontros onde apenas são validados os golos marcados de cabeça ou pontapé-de-bicicleta.

Já no relvado, o sistema Active Touch foi refinado, permitindo aos jogadores terem melhor controlo da bola, sobretudo na antecipação aos adversários e na aproximação do esférico quando se pretende fazer um corte, por exemplo. Mas a principal mudança prende-se com o sistema de remate, apelidado de Timed Finishing. Basicamente passa-se a utilizar um duplo “click” no botão de remate, o primeiro para desencadear a animação do tento, o segundo terá de ser dado com o timing correto para acertar na direção pretendida e com a inclinação e força necessária para encostar a bola no fundo das redes.

Consciente que é uma mudança um tanto radical, os jogadores poderão mudar o Timed Finishing para o sistema clássico. No entanto, após a estranheza do sistema, este poderá ser muito eficaz. Até porque os atributos dos jogadores irão afetar a performance do remate e na facilidade do processo. Praticar os remates com Cristiano Ronaldo, por exemplo, pode ser uma boa ideia.

Claro que o formato Ultimate Team continua a ser a joia da coroa da experiência FIFA, e a nova edição não é exceção. Este ano foram adicionados novos jogadores da categoria Icons, que são velhas glórias do desporto-rei que podem fazer parte das equipas. Como tal, o nosso Eusébio passará a fazer parte das escolhas, assim como Roberto Baggio, Johan Cruyff, Rivaldo, Steven Gerrard, Raul, Frank Lampard, Claude Makélélé e Cannavaro.

tek fifa 19

Em Ultimate Team os jogadores ganham moedas FIFA Coin para comprar pacotes com atletas, treinadores, contratos ou treinos, sendo o objetivo criar não só a melhor equipa de individualidades, como um coletivo com uma química elevada para participar nas competições, tanto online como offline. No novo modo Division Rivals, os jogadores são agrupados por um sistema de rankings de perfomance e irão competir contra outros que tenham um desempenho semelhante para haver equilíbrio. Semanalmente poderá ganhar prémios pela prestação nas partidas.

Existem muitas outras novidades para descobrir em FIFA 19 que chega às lojas no PC, PS4, Xbox One e Nintendo Switch.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.