Para celebrar o 10º aniversário do seu sistema operativo, a Google tratou de redesenhar e reorganizar boa parte do mesmo. Ao makeover estético, juntou ainda um novo conjunto de ferramentas que, sublinha, tornará a plataforma mais útil e simples.

Na lista de novidades, a empresa começa por registar um Phone Hub. Trata-se de um pequeno menu onde poderá consultar algumas informações sobre o seu smartphone, como a bateria e as notificações. Graças a ele, poderá também ordenar o seu Chromebook que faça o telefone tocar, quando não souber onde o deixou e consultar as páginas que consultou recentemente na app móvel do Chrome. O suporte para Nearby Share permitir-lhe-á partilhar ficheiros de forma instantânea entre os dois aparelhos.

Caso tenha um Android e um equipamento com Chrome OS, vai passar a poder beneficiar com o sincronizador de WiFi, que partilha a lista de redes autorizadas entre ambos os gadgets. Isto isenta-o de inserir a mesma password duas vezes - uma em cada aparelho - sendo que ambos ganham acesso assim que aceder à rede com um deles.

Uma outra coisa que a Google vai dar ao Chrome OS é uma ferramenta de screenshots mais capaz, desta feita com capacidade para capturar apenas zonas selecionadas do ecrã e gravar clipes.

Estes ficheiros serão armazenados numa área de transferência, onde ficam os elementos copiados, que tem agora espaço para até cinco componentes. A área de transferência vai estar inserida numa zona a que a Google chamou "Tote" e que consiste numa zona de transição, onde pode "prender" ficheiros temporariamente, para depois depositar ou consultar, noutro momento, de forma fácil.

Os controlos de media ficam agora alojados nos Quick Settings e há uma série de outras ferramentas (tradutor, conversor) que podem ser facilmente utilizadas ao selecionar um elemento.

Vai ser possível ter até oito espaços de trabalho diferentes e o modo Overview vai facilitar-lhe a tarefa de alterar entre eles. O modo select-to-speak vai poder ser controlado de forma aprofundada, sendo que pode acelerá-lo, abrandá-lo e ordená-lo que salte para outras partes do texto que quer ouvir.

Por último, no capítulo do controlo parental, a Google vai facilitar a configuração do Family Link para que os pais possam continuar a monitorizar a atividade dos filhos nos seus computadores, mesmo quando estes recorrem a aplicações escolares.

Estas atualizações vão, sobretudo, facilitar a vida aos estudantes que utilizam Chromebooks nas suas tarefas escolares. Na verdade, o segmento educativo é uma das maiores fontes de receita para a Google, neste departamento.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.