Os hackers que entraram nos sistemas da Sony - obrigando a fabricante a cortar o acesso a serviços online como a PlayStation Network e o Qriocity - estão a preparar um terceiro ataque, ao site da empresa.

A informação é avançada pela C|Net, que terá recebido o alerta por parte de um observador nos canais de IRC habitualmente usados pelos hackers.

De acordo com esta fonte, o objectivo passa por publicar no site da companhia dados de clientes, como nomes, números de cartões de crédito e moradas, mostrando que continuam a ter acesso a alguns dos servidores da companhia.

A confirmar-se a previsão, este pode ser mais um duro golpe para a empresa, cuja segurança dos sistemas tem sido repetidamente posta à prova, com maus resultados, nos últimos tempos. Os últimos desenvolvimentos valeram-lhe, inclusivamente, o desencadear de investigações por parte do FBI, Departamento de Justiça e Congresso norte-americanos, bem como de autoridades para a privacidade e segurança dos dados em países como o Canadá e Taiwan.

Antes da intrusão que levou a encerrar a PSN, a Sony tinha sido vítima de vários ataques de DDoS (distributed denial-of-service) a sites da empresa reivindicados pelo grupo Anonymous, em retaliação pela acção legal intentada pela Sony contra o hacker George Hotz - que publicou o jailbreak para a PS3.

A última onda de ataques não terá, no entanto, sido levada a cabo pelo grupo. Numa mensagem publicada ontem online, a organização afirma não ter sido responsável pelos ataques aos sistemas da PSN, pois "não tolera o roubo de cartões de crédito".

A Sony afirma não saber ainda quem orquestrou o ataque, que classifica de "altamente sofisticado e planeado", mas lançou suspeitas sobre o grupo ao mencionar a existência de um ficheiro chamado "Anonymous", contendo uma declaração denominada "We are Legion", uma "imagem de marca" da organização.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.