A IBM comunicou que desenvolveu uma tecnologia que permite ao utilizador evitar que o sistema de identificação RFID continue a funcionar nos produtos adquiridos. A tecnologia já foi licenciada ao fabricante Marnlen RFID, embora ainda não tenha nenhum cliente interessado.

O sistema foi designado Clipped Tag e permite a remoção fácil de uma antena que emite por rádio a informação contida no chip RFID por parte do utilizador dos produtos. Desta forma o produto deixa de poder ser identificado noutros leitores de RFID.

A IBM garante que desta forma os comerciantes de lojas de consumo podem adoptar sistemas RFID para localizar os seus produtos dentro do espaço comercial sem que os consumidores evitem as compras por razões de privacidade. Um vídeo que a empresa disponibilizou no YouTube explica o conceito e mostra o seu funcionamento.

Os riscos de privacidade apontados à tecnologia RFID prendem-se sobretudo com a possibilidade de leitura dos dados à distância, o mesmo facto que o torna tão importante para determinados sectores, como por exemplo as grandes lojas de produtos de consumo. Os tags RFID continuam a poder ser lidos e identificados mesmo depois do utilizador sair da loja do produto e podem ser vistos noutros leitores.

Existem grandes expectativas sobre a forma como a tecnologia RFID pode melhorar a gestão de compras nas lojas, mas também o movimento de malas num aeroporto, sistemas que já estão a ser utilizados em diversos projectos.

Notícias Relacionadas:

2006-10-16 - Tecnologia RFID aplicada à segurança de passageiros em aeroportos
2006-07-03 - Consulta pública sobre RFID iniciada hoje pela Comissão Europeia

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.