SecureBlue é a denominação escolhida pelos investigadores da IBM para um novo método desenvolvido in house, um conjunto de circuitos codificadores que podem ser integrados em qualquer processador, independentemente do fabricante, destinado a aumentar os níveis de segurança em redor da informação guardada nos computadores portáteis, telemóveis e outros dispositivos.



Existem várias formas de encriptação de dados, nomeadamente com programas especializados e também com circuitos integrados, incluídos nos computadores, mas, segundo os investigadores da Big Blue, se a função codificadora não for assegurada pela unidade de processamento central há probabilidade de um hacker muito hábil poder interpor-se entre o processador do computador e o motor de encriptação.



A IBM não é a primeira empresa a procurar integrar codificação nas funções de processamento centrais do computador. A tecnologia “laGrande” da Intel faz essencialmente o mesmo, ainda que necessite de interacção com um chip separado, denominado módulo de plataforma de confiança. Os investigadores da Big Blue garantem contudo ter encontrado forma de saltar esse passo.



Um analista do Envisioneering Group, Richard Doherty, citado pela Associated Press, considera o SecureBlue suficientemente flexível para incluir encriptação em telemóveis, leitores de música e outros dispositivos portáteis. Tal representaria um maior nível de segurança tanto para os utilizadores dos dispositivos como para os produtores de conteúdos, que poderiam usar a encriptação para impedir a difusão gratuita de material protegido por direitos de autor.



O novo motor de encriptação da IBM não é, contudo, um módulo simples que possa ser integrado nos processadores existentes. O SecureBlue necessita de ser integrado num processador desde o início, combinado com os transistores, "como um hamburger", na descrição de Bernie Meyerson, director de tecnologia do grupo de sistemas da IBM, citado pela agência de notícias. Sem revelarem o nome da empresa, foi avançado que o módulo já marca presença nos dispositivos de uma das empresas clientes da IBM.



Notícias Relacionadas:

2006-03-22 - Crime informático organizado substitui hackers tradicionais

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.