Devido à pandemia de COVID-19, a edição da entrega dos Óscares deste ano foi bastante limitada, e embora fosse feita presencialmente, apenas apresentadores, vencedores e respetivos convidados estiveram presentes num palco diferente: a Union Station de Los Angeles. E dos nomeados, muito poucos conseguiram mesmo estrear-se nos cinemas, entre eles o principal galardoado Nomadland.

Um dos Óscares foi atribuído a Collete, na categoria de Documentário de Curta-Metragem, e destacou-se por ser o primeiro prémio a ser nomeado e entregue a um estúdio de videojogos, a Respawn Entertainment. O estúdio da Electronic Arts, conhecido por Apex Legends e Titanfall, produziu o jogo Medal of Honor: Above and Beyond em exclusivo para os sistemas de realidade virtual no PC, como o Oculus.

Collete foi realizado por Anthony Giacchino, em parceria com a Oculus Studios do Facebook e centra-se em Colette Marin-Catherine, integrante da Resistência Francesa durante a ocupação nazi. A história centra-se no seu regresso à Alemanha desde a Segunda Guerra Mundial para visitar um campo de trabalho onde o seu irmão foi morto.

A curta-metragem, que foi licenciada para distribuição pelo The Guardian, encontra-se disponível gratuitamente para assistir no seu canal do YouTube. Apesar de integrar um jogo de realidade virtual, este era assistido no formato 2D tradicional, para que seja assistido fora do sistema VR.

Quanto ao jogo, apesar dos padrões de qualidade que a Respawn tem alcançado, não recebeu muitos elogios da crítica, sobretudo devido aos seus elevados requisitos técnicos do PC para o jogar, além de ocupar 170 GB de instalação (por incluir também o documentário).

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.