A Intel deu pormenores sobre o seu plano de comercialização de PCs de baixo custo em países pouco desenvolvidos. O primeiro mercado a receber os equipamentos que em preço e funcionalidades vão competir com os PCs de baixo custo desenvolvidos por uma equipa do MIT, liderada por Nicholas Negroponte, será o México.



Neste país, os PCs serão comercializados em parceria com uma empresa de telecomunicações local, a partir do segundo semestre do ano. Até final de 2006, o projecto Descubra o PC pretende também chegar ao Brasil, Egipto, Gana e Nigéria onde irão ainda ser estabelecidos contactos com os responsáveis políticos.



Para já não é conhecido o preço a que o PC será comercializado. Sabe-se apenas que será mais pequeno que um PC convencional e que terá um custo adequado ao target que pretende atingir, revela o Estadão.



Na semana passada a Intel já colocou na Índia um PC de baixo custo, mas mais vocacionado para a utilização em zonas rurais. Funciona com uma bateria de automóvel, suporta temperaturas ambiente até 45 graus e dispõe de filtros para reter poeiras. Custa 225 dólares.



De registar que também a AMD lançou recentemente um PC de baixo custo que designa por Personal Internet Communicator e que custa 250 dólares.



Notícias Relacionadas:

2006-03-14 - Modelo de comercialização de PCs de baixo custo da Intel contemplará pay-per-use

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.