A última promessa apontava para finais de 2018, mas tal não vai acontecer. No quarto adiamento desde que os planos foram revelados, as previsões da Intel sobre a chegada ao mercado dos novos chips fabricados numa base de 10 nanómetros mudaram agora para 2019.

O anúncio foi feito durante a divulgação do mais recente relatório fiscal da empresa, referente ao primeiro trimestre de 2018. Entre janeiro e março, a Intel registou 16,1 mil milhões de dólares em receitas e 4,5 mil milhões de lucro - que cresceu 50% face ao ano anterior.

Em setembro do ano passado, a empresa já havia adiado a chegada da geração Cannon Lake para "finais de 2018". Agora a previsão é de que a produção em massa dos novos chips só se faça em 2019. De acordo com o Engagdet, a distribuição de pequenos volumes já começou.

Recorde-se que a Intel já divulgou informação sobre a linha que vai suceder à Cannon Lake, embora sem adiantar previsões de lançamento. A futura geração de chips leva o nome de Ice Lake e será fabricada numa segunda versão do mesmo processo de 10nm.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.