Os sistemas de abertura dos carros estão cada vez mais avançados. A chave como a conhecemos passou a ser substituída por cartões em alguns casos e há sistemas em que nem é preciso introduzir algo na ignição para o carro pegar: o veículo só precisa de ‘sentir’ que a chave-mestre está por perto.

Isto não é magia, é tecnologia. Mas se há quem faz tecnologia, há quem também a saiba desfazer, ou melhor, desmontar. Foi o que fez um grupo de investigadores alemães ligados ao clube de automobilismo ADAC.

Os sistemas de abertura ‘wireless’ dos automóveis funcionam à base de comandos emitidos por frequências de rádio. O que os especialistas alemães vieram confirmar é que é possível criar um sistema que amplifica o sinal das chaves dos veículos.

Na prática são necessários dois sistemas: um que amplifica o sinal pedido pelo carro e outro que aumenta o sinal das chaves. Quando os dois se encontram o veículo é desbloqueado e a ignição pode ser acionada.

A parte ‘pior’ desta descoberta é que para que estes roubos aconteçam a chave dos veículos não precisa de estar por perto. Pode estar na mesa da sala, na mesa de cabeceira do quarto - na verdade não importa muito onde está, mas sim a distância a que se encontra. Mas onde está o carro o seu dono e respetiva chave não andarão muito longe.

Como salienta a Wired, um repórter do The New York Times descobriu que o único síto onde a chave do veículo estava a salvo era no congelador, devido ao efeito que as baixas temperaturas e a húmidade têm na propagação de ondas de rádio e nos componentes elétricos.

Os investigadores alemães não divulgam como montar um destes sistemas de amplificação pois garantem que qualquer jovem estudante do curso de engenharia seria depois capaz de fazer um.

A metodologia foi experimentada em 24 veículos de diferentes marcas e todos foram ‘hackados’.  A lista de todos os veículos pode ser consultada aqui.

A Wired contactou a Aliança de Fabricantes Automóveis, recebendo a resposta que o estudo ainda está a ser alvo de análise. Já o consórcio de fabricantes alemães VDA desvalorizou a investigação dizendo que na Alemanha o número de veículos roubados tem vindo a diminuir.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.