"Onde está a concorrência ao iPad?" é o título dado ao estudo que compara a quota de mercado do tablet da Apple com a dos seus principais concorrentes, publicado este mês e confirmando aquilo que números de vendas e consultoras também apregoam: a hegemonia do tablet da Apple.

A nova análise é apresentada pelo site NetMarketShare, com base nos dispositivos usados pelos internautas para navegar na Web. A quota de mercado do iPad é 53 vezes superior à do seu concorrente mais próximo, o Galaxy Tab, da Samsung.

De acordo com o serviço de monitorização da Net Applications, o iPad foi, em Maio de 2011, o dispositivo usado por 0,92 por cento dos internautas que, em todo o mundo, acederam à Web através de um browser - num cenário em que concorre com portáteis, desktops, netbooks ou smartphones, por exemplo.

O tablet da Samsung que, tal como o iPad, também já conta com duas versões, apresenta-se como o segundo mais usado dentro do seu segmento, mas a quota de mercado da proposta sul-coreana não vai além dos 0,018 por cento.

Motorola Xoom e BlackBerry PlayBook são os outros concorrentes incluídos na lista apresentada pelo NetMarketShare, com quotas de utilização na ordem dos 0,012 por cento e 0,003 por cento, respectivamente.

Os números agora revelados dão também conta da evolução da utilização do próprio iPad. Em Julho do ano passado, o dispositivo era responsável por uma fatia de 0,23 por cento do mercado, em Maio deste ano o valor tinha subido para os 0,92 por cento.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.