Será coincidência que a uma semana da Google apresentar no Game Developers Conference o seu serviço de gaming baseado em streaming, apresente como vice-presidente a veterana Jade Raymon, um dos maiores nomes ligados à indústria dos videojogos? Foi a própria que anunciou na sua conta do Twitter, embora não tenha referido o cargo em concreto na gigante tecnológica. E nem precisa, basta ligar os pontos…

Jade Raymond começou a sua carreira como programadora na Sony e depois Electronic Arts, até ganhar relevo na Ubisoft Montreal ao arrancar com a série Assassin’s Creed, onde foi produtora do primeiro título e produtora executiva da sequela. Seguiram-se depois Watch Dogs e Splinter Cell: Blacklist. Ajudou ainda a abrir o estúdio de Toronto da editora gaulesa antes de regressar à Electronic Arts em 2015 para fundar a Motive Studios em Montreal, ligado a projetos em torno de Star Wars.

Com este currículo, será obvio que a Google fez esta contratação de peso para investir no gaming. Resta saber as novidades que a empresa vai apresentar na próxima semana, se irá ficar-se por introduzir mais um serviço de streaming, ou se vai investir em estúdios e produção própria de videojogos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.