Nesta nova fase o JP Group passa a agregar quatro grandes unidades de negócio. Além da JP DI para a Distribuição e da JP IK para a Educação, há agora a JP IS para os Serviços IT e a unidade Investimentos, como explicou em conferência de imprensa, esta manhã.

A nova identidade corporativa surge para dar resposta ao crescimento dos últimos anos “e à necessidade cada vez maior de garantir que o grupo, como um todo, tem competências para suportar tantos negócios diferentes em tantas geografias diferentes”, referiu Nuno Oliveira. O assessor da administração acrescentou que o grande objetivo da JP nesta altura, "depois de quase 30 anos de existência", é garantir o sucesso e a sustentabilidade dos próximos 30 anos. "Isso tudo motivou esta reformulação”.

No encontro com a imprensa em Lisboa, o responsável referiu ainda que houve a necessidade de criar uma “marca chapéu” que unisse todas as empresas do grupo JP. “Temos várias empresas de que o mercado não tem consciência de que pertencem ao grupo JP, ou mesmo os parceiros ou os stakehorlders. A partir de janeiro de 2017 vamos passar a comunicar tal qual somos ou como funcionamos: como um grupo único”.

O JP Group mantém o seu core de negócio no mercado de TIC, mas agora complementado com outras áreas de negócio “que possam reforçar a nossa proposta de valor”.

O grupo registou em 2016 um volume de negócios global de cerca de 350 milhões de euros, estando neste momento em 70 países, com mais de 350 trabalhadores.       

 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.