O grupo Konica Minolta vai abandonar a produção de câmaras analógicas e digitais a partir do próximo dia 1 de Março, mediante um plano de reestruturação que compreende a passagem da área desta área de negócio de produção de lentes à Sony e a redução da sua força empregadora em 11 por cento, traduzida no despedimento de 3.700 funcionários.



A fabricante explica num comunicado que já existia um acordo com a Sony para a produção conjunta de câmaras digitais SLR, mas que depois de analisar o mercado e de concluir que será difícil oferecer produtos competitivos nesta área, preferiu optar pela transferência dos activos, já a partir de Março. Além das máquinas digitais, incluem-se igualmente as câmaras analógicas e os rolos fotográficos.



No que diz respeito à produção de papel e de rolos fotográficos de cor, a retirada será gradual, decorrendo até Setembro de 2007, de modo a evitar inconvenientes de abastecimento dos mesmos durante o processo.



A Konica Minolta deu igualmente a saber que a partir de agora a pretende concentrar os seus recursos em áreas como o desenvolvimento de dispositivos ópticos e equipamentos para o sector da saúde.



Notícias Relacionadas:

2006-01-18 - Sony lança solução desktop de tratamento e impressão de fotografias na Europa

2006-01-12 - Nikon abandona produção de câmaras analógicas

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.