A Lego não só vê a programação como parte do seu futuro, como olha para a tecnologia como parte do futuro dos seus consumidores mais jovens. A empresa acaba de anunciar mais uma linha de brinquedos conectados e esta reserva uma surpresa para os fãs do homem-morcego: um Batmóvel que pode ser programado e controlado com um smartphone. Esta nova gama, a que a empresa chama Power Up, é o seguimento da sua anterior aposta na tecnologia, feita com o lançamento dos kits Boost.

tek lego

Os brinquedos incluídos nesta linha vão consistir em objetos vários, com níveis de complexidade diferentes. Ao contrário dos Boost, estes kits têm instruções bem específicas para a construção de produtos específicos, que, em alguns casos, são mesmo alimentados a bateria. Uns podem ser controlados através de uma aplicação móvel, e outros ainda podem até ser emparelhados com controladores dedicados. Alguns acessórios poderão ser comprados à parte, de forma a adicionar novas funcionalidades a cada um dos brinquedos construídos.

Drones feitos de LEGO são o negócio de uma nova startup norte-americana
Drones feitos de LEGO são o negócio de uma nova startup norte-americana
Ver artigo

O novo Batmóvel, por exemplo, pode ser controlado pela app, ou através de um comando que o próprio utilizador pode personalizar com peças físicas. Adicionalmente, a Lego vai lançar uma interface que permite programar a velocidade, o som e a direção do veículo.

Note que o Batmóvel é apenas a primeira unidade deste novo segmento. O brinquedo vai ser lançado no dia 1 de agosto, e terá um preço base de 159,99 dólares. O kit inclui 321 peças LEGO, dois motores e uma bateria.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.