A Microsoft anunciou que estão em curso mais de 50 processos e acções legais em todo o mundo contra os aqueles que utilizam os leilões online, como o eBay, para comercializar cópias pirateadas dos produtos fabricados pela empresa norte-americana.



Os processos foram instaurados na passada semana na Alemanha, França, Polónia, Reino Unido, Estados Unidos, entre outros países.


De acordo com Matt Lundy, advogado da empresa, citado pela Associated Press que a Microsoft pede que sejam tiradas as listas para leilão de produtos suspeitos de falsificação. Caso isto não se verifique as acções legais serão postas em marcha.



Este é mais um esforço da fabricante para minimizar os estragos financeiros causados pela contrafacção e comercialização de produtos. A Microsoft já tomou outras medidas anti-pirataria, nomeadamente ao nível da autenticação de produtos, incluindo o sistema operativo Windows e a suite Office.



Numa altura em que a empresa de Bill Gates se prepara para lançar novas versões do Windows e do Office, os produtos chave da fabricante, as manobras para minimizar a pirataria desdobram-se para que o nome Microsoft consiga lucrar e vingar num mercado que está cada vez mais saturado devido ao fácil acesso a cópias ilegais de software.

Notícias Relacionadas:

2006-10-31 - Utilizadores Office obrigados a pagar taxa para o licenciamento do produto

2006-10-06 - Windows Vista bloqueia acesso de utilizadores com software pirateado

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.