Com o toque habitual de excentricidade que já é reconhecido em Elon Musk, a SpaceX lançou no espaço um Tesla Roadster vermelho, com um manequim vestido de astronauta batizado de Starman, a bordo de um foguetão Falcon. Há muito tempo que não se ouvia falar no paradeiro do veículo, mas a SpaceX confirmou que este já ultrapassou a órbita de Marte, tornando-o um dos “objetos” mais distantes do Sol.

Segundo a Space.com, o Roadster poderá chegar ao seu ponto mais distante no dia 8 de novembro, a cerca de 155 milhões de milhas da Terra. Estima-se que o famoso Spaceman volte a aproximar-se da Terra daqui a dois anos, no dia 4 de novembro de 2020, a uma distância de 23 milhões de milhas de distância. Ainda assim, nesse ano estará bem mais perto de Marte (4,6 milhões de milhas) previsto para o dia 6 de novembro.

Para uma visão bem mais próxima do nosso planeta, os investigadores estimam que apenas acontecerá em 2091, levando a SpaceX a colocar a divertida mensagem no seu Twitter: “Próxima paragem, o restaurante no fim do universo”, numa alusão de uma obra literária de Douglas Adams.

Apesar da estimativa do “regresso” à Terra em 2091, os especialistas afirmam que o carro tem uma probabilidade de 2,5% de se despenhar em Vénus e 6% de embater na Terra, mas daqui a um milhão de anos… Se quiser pode sempre seguir o seu percurso no website “Where is roadster”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.