Nos próximos cinco anos a Lenovo quer ser número um ou dois mundial no mercado de PCs. O objectivo é definido a nível mundial mas a ideia é que seja replicado em cada um dos países onde está o fabricante chinês, conforme explicou ao TeK Christine Dehnel, responsável pela operação portuguesa.



No mercado local a estratégia da companhia passa por uma maior aposta nos segmentos mais baixos do mercado profissional, que passarão a ser endereçados com as novas linhas de produtos de marca própria apresentados em Lisboa esta quinta feira.



Mantendo uma estratégia de venda indirecta, a Lenovo pretende expandir a rede de parceiros e prepara para breve um novo programa de canal, adianta Christine Dehnel que traça como meta um crescimento da rede entre os 25 e os 50 por cento.



"Queremos crescer nos segmentos de mercado que mais crescem actualmente. Os segmentos de pequenas e médias empresas e de muito pequenas empresas", acrescenta a mesma responsável, justificando os objectivos de reforço do canal.



De acordo com número da IDC, a Lenovo tem actualmente no mercado português uma quota de 4 por cento nos portáteis e 5 por cento nos desktop. Com o crescimento da rede de parceiros em "largura e profundidade", como classifica Christine Dehnel, a empresa espera ganhar terreno e saltar segmentos aproximando-se gradualmente do mercado de consumo e do retalho, objectivos de médio prazo na estratégia da companhia para a Europa.



Recorde-se que a Lenovo passou a disponibilizar no mercado português a nova família de equipamentos 3000 desenhada para satisfazer as necessidades específicas das PMEs. Esta gama de produtos de marca própria, a primeira desde a aquisição da unidade de PCs à IBM, decompõe-se na linha J, para desktop, e na linha C, portáteis.



Ambas serão complementadas com a linha ThinkPad que se mantém voltada para a gama mais alta do mercado. Os novos equipamentos têm preços a partir de 540 e 670 euros (sem IVA).



Notícias Relacionadas:

2006-02-24 - Lenovo prepara apresentação de nova linha de PCs já com marca própria


2005-10-19 - Lenovo apresenta primeiros ThinkPad para o mercado português depois do negócio com a IBM


2004-12-09 - Venda da unidade de PCs da IBM à Lenovo concretiza-se por 1,75 mil milhões de dólares

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.