A AMD anunciou hoje que a SuSE , empresa alemã produtora de uma das maiores distribuições do Linux, fez melhorias ao kernel deste sistema operativo - o código fonte sobre o qual todo o software Linux se baseia - para que este passe a suportar o conjunto de instruções x86-64 da AMD.



Segundo a AMD, os seus processadores de nova geração, com o nome de código "Hammer", foram concebidos para fornecer níveis de desempenho sem precedentes tanto para aplicações de software de 32 bits como de 64 bits. O início da comercialização da primeira versão da família de processadores Hammer está prevista para o final deste ano.



A alemã SuSE foi a primeira fabricante a trabalhar na integração da tecnologia x86-64 da AMD no kernel em ferramentas de desenvolvimento e outro software Linux. A AMD prevê que as alterações agora anunciadas sejam integradas na versão 2.6 e posteriores do código fonte do Linux.



"Com o apoio dos futuros processadores da AMD no ramo Linux, todos os utilizadores deste sistema operativo irão apreciar a possibilidade de correrem as suas aplicações x86-64 nativas e as suas aplicações x86 existentes de 32 bits", afirma Linus Torvalds, criador do Linux, em comunicado de imprensa da AMD.



Notícias Relacionadas:

2002-02-22 - AMD anuncia chipsets para arquitectura de processadores "Hammer"

2001-08-25 - Linux atinge maturidade aos 10 anos

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.