O primeiro portátil português de baixo-custo, o Magalhães, fabricado pela J.P. Sá Couto ao abrigo de convénio entre a fabricante portuguesa, Estado português e o fabricante de semicondutores Intel, teve o seu lançamento comercial à meia-noite do dia 26 de Setembro, nas lojas FNAC do Centro Comercial Colombo, em Lisboa e Gaia Shopping, no Porto.




Na FNAC do Centro Comercial Colombo, o lançamento do Magalhães ocorreu sem a euforia geralmente associada a este tipo de lançamentos, sem grandes filas e também sem grande expectativa, contrastando com o lançamento do iPhone 3G, ocorrido no mesmo espaço a 11 de Julho deste ano.




Alguns dos futuros compradores do Magalhães sobrestimaram mesmo o evento, tendo marcado presença na FNAC até 5 horas antes da hora de disponibilidade oficial. A maior parte dos compradores chegou, todavia, bem mais perto da hora programada para o início das vendas, a partir das 23:30.




Com o anfiteatro da loja FNAC lotado, com cerca de 30 pessoas e uma fila que não excedia as 20 pessoas, incluindo algumas crianças acompanhadas pelos pais, as vendas tiveram início às 00:00 horas, tendo sido precedidas por uma curta apresentação do portátil feita por representantes da J.P. Sá Couto e da Porto Editora, responsável por algum do software pré-instalado no computador. Entre os primeiros compradores estavam bastantes pais e avós, a prepararem a surpresa do fim-de-semana, mas também alguns utilizadores adultos, que adquiriram o portátil tendo em vista o seu uso pessoal.




Na sua estreia, o Magalhães esteve disponível em duas versões, diferindo apenas no software pré-instalado. A versão '60 minutos' está dirigida aos utilizadores adultos, incluindo vários tutoriais de 60 minutos, da autoria da Porto Editora, acerca das funções mais relevantes de um computador incluindo Internet, processamento de texto e utilização geral.




Já a versão 'Descobrir' é, tal como o portátil Magalhães do programa e-escolhinhas, dirigida aos mais novos, com diversos conteúdos didácticos dedicados, igualmente da autoria da Porto Editora, incluindo 68 aulas interactivas de acordo com o programa pedagógico do 1º Ciclo e os programas de entretenimento didáctico "Descobrir, com Zito Mosquito" e "Descobrir, com Guida a Margarida".




Ambas as versões disponíveis comercialmente estiveram disponíveis por um preço de 285 euros que contemplava, apenas durante este lançamento, um vale de desconto FNAC de 86 euros, o que totalizava o custo final do portátil em 199 euros. O computador Magalhães vai estar disponível, no fim-de-semana de 27 e 28 de Setembro, em exclusivo nas lojas Fnac, já sem inclusão do vale de desconto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.