Os ISPs de maior dimensão são os mais utilizadores pelos hackers para lançar ataques DDoS, conclui um estudo apresentado recentemente pela Prolexic Technologies. Aplicando a regra no mercado americano a empresa verificou que a maior parte dos ataques zombie registados nos últimos seis meses tiveram origem em utilizadores da AOL.
Estendendo a constatação a outros países, a empresa verifica que o mesmo se passa em França com a Wanadoo ou na Alemanha com a T-Mobile.



Além destes ISPs serem aqueles que nos seus mercados reúnem maior número de utilizadores, a Prolexic considera que o fenómeno tem lugar também porque as políticas de protecção dos clientes divergem entre fornecedores de serviços. As principais diferenças registam-se "nas ferramentas de protecção disponíveis e na filtragem do material que os clientes fazem circular", referiu Barrett Lyon, responsável pela área de tecnologia da empresa autora do estudo em declarações citadas pela Reuters.



A empresa faz ainda notar que este é um fenómeno em franca expansão que há alguns meses se registava com uma frequência de um a dois por mês e que hoje é reportado uma a duas vezes por semana, usando várias técnicas que se vão alternando e evoluindo.



Notícias Relacionadas:

2004-03-10 - Autor de Netsky promete que versão K será a última variante do vírus

2004-02-12 - Doomjuice alterado para tornar ataque DoS ao site da Microsoft mais efectivo

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.