O mercado de computadores pessoais registou uma subida de seis por cento na
região EMEA (Europa, Médio Oriente e África) entre os passados meses de
Outubro e Dezembro de 2002, no segundo trimestre consecutivo de crescimento,
revela uma análise recente da Gartner Dataquest.



O crescimento continuado da procura por computadores
notebook lideraram os resultados, indicou a consultora de mercado.
Considerado o ano inteiro, a comercialização de PCs na região EMEA aumentou
em três por cento.



Embora esteja mais confiante de que o pior já passou, a Gartner
ainda não vê nos últimos resultados a recuperação do mercado, ressalvando
que os dias dos crescimentos de dois digitos já não regressarão e que a
Europa Ocidental é principalmente um mercado de substituição de máquinas.



No total, a venda regional de PCs atingiu os 13,1 milhões de
unidades no trimestre, face aos 12,3 milhões comercializados em idêntico
período do ano anterior. Considerado o ano inteiro, foram vendidas 41,1
milhões de unidades, comparativamente aos 39.8 milhões de 2001.



As fabricantes de PCs Dell Computer e Acer registaram as maiores taxas de crescimento no trimestre, aumentando as suas vendas em 12,9 por cento e 28,9 por cento, respectivamente.



De acordo com a Gartner, a Dell, que vende exclusivamente pela
Internet e por encomenda, registou um forte crescimento no Reino Unido, mas
não melhorou a sua quota na Europa continental.



Notícias Relacionadas:

2002-12-06 - Alteração nos ciclos de substituição levam a menor crescimento
do mercado de PCs em 2003


2002-07-09 - Vendas semestrais de PCs na Europa baixam 10%

2002-01-07 - Consumidores impulsionam venda de PCs no último trimestre de
2001

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.