Um ano depois do lançamento do sensor de movimentos para a consola xBox, a Microsoft abre o Kinect ao desenvolvimento de aplicações comerciais por terceiros para fins comerciais.



A novidade assinala o primeiro ano de vida do sistema que faz do corpo o comando da consola. A Microsoft já permitia o desenvolvimento de aplicações para Kinect por terceiros, mas apenas para fins não comerciais. Os resultados desses desenvolvimentos deveriam ficar disponíveis apenas por partilha com a comunidade.



De acordo com a informação agora disponibilizada, no início de 2012 chega às lojas um kit de desenvolvimento de software para Windows, que permitirá desenvolver aplicações comerciais baseadas no Kinect.



Desde que a consola foi lançada há no entanto um grupo de 200 empresa que tiveram a possibilidade de vir testando o potencial comercial do Kinect. Neste grupo incluem-se 25 das 500 empresas do top Fortune. Na maioria dos casos a sua interação com a tecnologia serviu para participar no desenvolvimento de aplicações não relacionadas com a área de jogos.



Áreas como a saúde ou a educação estão entre as que ao longo do último ano ganharam aplicações associadas ao Kinect. É precisamente neste universo empresarial que a Microsoft acredita ter espaço para continuar a explorar o potencial do sistema de jogo.



O sensor de movimentos da xBox está disponível há um ano e desde então já vendeu 10 milhões de unidades. Nos primeiros 60 dias nas lojas, foram vendidos 8 milhões de unidades do Kinect, um ritmo de vendas que valeu à Microsoft a entrada para o Guiness

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.