A Microsoft acredita que as vendas de tablets vão superar, em breve, as vendas de computadores tradicionais – e que o Windows 8 terá um papel essencial nesta mudança.

As previsões foram apresentadas por Antoine Leblond, vice-presidente da área de Windows Web Services na empresa, durante a TechEd Europe, que está a decorrer em Amsterdão, e deixam antever uma maior concentração do investimento da gigante da informática na área dos dispositivos móveis – agora tanto em software como em hardware, como ficou provado com o lançamento do Surface .

“Antes era tudo desktops, agora 60% dos PCs vendidos são portáteis. No próximo ano, os tablets irão ultrapassar os desktops”, cita a imprensa internacional.

Uma das razões para que isso aconteça é a cada vez maior disseminação dos ecrãs de toque, e a diminuição dos botões físicos. “O touch está a chegar aos PCs e vai mudar dramaticamente a forma como os interfaces de utilizador são desenhados, e a forma como as pessoas interagem com as máquinas, tal como aconteceu com o rato”.

O Windows 8 terá um papel de destaque nesta mudança, até porque embora tenha sido concebido para dispositivos móveis, pode muito bem ser utilizado em desktops e portáteis, defende Antoine Leblond.

“O Windows 8 é uma velha e uma nova aposta”, afirmou o responsável . "O Windows 8 é uma mudança de geração no Windows. Mas continua a ser Windows. Tudo o que se podia fazer antes, continua a poder ser feito no Windows 8”.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Patrícia Calé

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.