A Microsoft anunciou novas alterações ao seu polémico programa Software Assurance que irá disponibilizar mais formação, mas também upgrades de software e serviços.



O SA foi lançado pela empresa de Bill Gates em 2001 e dirige-se a clientes com acordos de licenças por volume disponibilizando-lhes acesso a novas versões dos produtos Microsoft, mediante pagamentos feitos numa base de subscrição.



As alterações deverão ser introduzidas em Março do próximo ano e vão incluir 18 pontos que tocam cinco diferentes fases do ciclo de vida do software: planeamento, instalação, uso, manutenção e transição



A opinião dos parceiros sobre as novas alterações ao programa divergem, mas a maioria considera que estas terão pelo menos a vantagem de dar aos utilizadores uma percepção mais correcta das vantagens do SA.



Parceiros, citados pela imprensa internacional consideram que o programa tem sido pouco utilizado pois as suas vantagens são mal compreendidas pelos utilizadores que vêem nele apenas mais um mecanismo para actualização de software.



A questão que está a levantar alguma polémica é o facto da Microsoft planear uma edição empresarial do Windows Vista apenas para utilizadores do programa, já que a adesão ao SA pressupõe um fee anual equivalente a 29 por cento dos custos da licença para os produtos desktop.



Notícias Relacionadas:

2001-10-09 - Novas regras para licenciamento de programas Microsoft

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.