A Microsoft deverá revelar durante o dia de hoje, segunda-feira a série de software Windows Media 9, a sua principal tecnologia de conteúdos multimédia digitais conhecida até agora pelo nome de código Corona, de acordo com a C|NET.



O Windows Media 9 é considerado pela gigante de software como uma importante inovação tecnológica, representando a sua principal arma contra o formato open-source MPEG-4. A Microsoft pensa que o sucesso da nova versão do seu software será determinante para que possa comercializar o sistema operativo Windows para servidores e dispositivos embedded, como máquinas registadoras.



Daí o facto de a companhia disponibilizar ferramentas para alojar ou transmitir formatos de ficheiros Windows Media apenas para a plataforma Windows 2000 Server ou .NET Server, que deverá ser lançada dentro em breve. Mas a nova tecnologia vai também concorrer contra produtos da Apple e da RealNetworks. Ambas as companhias produzem leitores de conteúdos digitais, bem como software de autoria e para servidores destinados a outros sistemas operativos para além do Windows.



Durante o dia de hoje, a Microsoft também deverá anunciar que a Pioneer Electronics pretende que a sua futura linha de produtos Digital Network Entertainment (DNE) seja compatível com os formatos de ficheiros Windows Media. A empresa japonesa irá empregar estes formatos no primeiro dispositivo DNE, a DigitaLibrary, de modo a fornecer conteúdos digitais seguros, de acordo com a C|NET.



Os consumidores poderão receber conteúdos multimédia digitais em formatos de ficheiros Corona a partir de uma série de sites seleccionados e mediante o dispositivo de entretenimento.



Contudo isto só deverá acontecer dentro de algum tempo, já que Bill Gates, presidente da Microsoft, só deverá lançar a primeira versão pública de testes do Windows Media a 4 de Setembro. Isso poderá querer dizer que a gigante de software só terá concluído a versão final da tecnologia depois do Natal.



A Microsoft tem tentado fazer com que os formatos Windows Media sejam suportados pela maioria dos dispositivos digitais. Esta estratégia consiste em parte em impulsionar a adopção da tecnologia pelos consumidores, tendo em vista a resistência dos fornecedores de conteúdos. A empresa espera que até ao final do ano 30 milhões de dispositivos sejam compatíveis com os formatos de ficheiros Windows Media.



O modo como a Pioneer irá suportar os novos codecs de áudio e vídeo Corona será bastante importante para outra parte da estratégia da Microsoft, em particular, se mais fabricantes de dispositivos tomarem a mesma decisão. A Pioneer irá utilizar a tecnologia de administração de direitos digitais (DRM) da produtora de software incorporada nos ficheiros Windows Media de forma a evitar a cópia ilegal de conteúdos áudio e vídeo transferidos da Net.



Ao contrário da versão 8, os leitores Windows Media 9 estarão disponíveis para edições anteriores do Windows e não apenas para o XP.


Notícias Relacionadas:

2002-06-05 - Versão de teste do novo QuickTime utiliza formato MPEG-4

2001-12-13 - Nova tecnologia Corona para Windows Media revelada pela Microsoft

2001-12-12 - RealNetworks suporta novo standard MPEG-4

2000-12-13 - Microsoft anuncia Windows Media 8

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.