Uma semana depois da Sony ter anunciado uma redução de 20 por cento no preço da PlayStation2 no mercado Japonês, a Microsoft confirmou que vai também baixar o valor de venda a público da sua consola Xbox, que ficará assim abaixo do da principal rival. A empresa continua com dificuldade em competir directamente com a quota de mercado da PlayStation e da GameCube no mercado Japonês e espera que esta tradução de preços atraia mais utilizadores para a sua plataforma de jogos.



As reduções de preços das consolas preparam a época de Natal que se aproxima, sendo o valor de venda a público da Xbox de 16.800 yen (134 euros), enquanto a PS2 ficou a 19.800 yen (158 euros) depois da última redução de preços feita pela Sony. Desta forma a consola da Microsoft tem no Japão um preço mais baixo do que o praticado nos outros mercados.



A Xbox continua a posicionar-se em terceiro lugar no top de vendas de consolas no Japão, sendo a primeira posição ocupada pela PlayStation2, seguida da GameCube. De acordo com números da editora de revistas de jogos Enterbrain Inc, citada pela Agência Reuters, a Sony terá vendido até Setembro deste ano 13,3 milhões de consolas no Japão, enquanto a GameCube vendeu 2,46 milhões e a Xbox apenas 406 mil equipamentos.



Com a drástica redução de preços agora realizada, a Microsoft poderá perder 75 euros em cada consola vendida, estimam analistas contactados pela agência Reuters.



Como parte do pacote de oferta para o Natal no Japão a empresa oferece ainda os jogos "Halo" e "Project Gotham Racing 2", dois controladores e um remoto controle para DVD, assim como dois meses de testes do serviço Xbox live. Na Europa uma oferta semelhante está a ser vendida por 203,99 euros e nos EUA por 179,99 dólares.

Notícias Relacionadas:

2003-11-04 - Futura Xbox vai integrar processador da IBM

2003-02-03 - Vendas baixas da Xbox obrigam Microsoft a reduzir encomendas de componentes

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.