O Instituto Tecnológico do Massachusetts aconselha o governo brasileiro a optar pela utilização de software livre, em vez de aceitar a oferta da Microsoft para equipar o milhão de computadores que serão vendidas este ano a preços especiais ao abrigo de um programa governamental.



Numa carta citada pela Reuters, Walter Bender, director do Media Lab do MIT, escreve que o laboratório "aconselha o uso de software livre de alta qualidade, por oposição a versões menos fáceis de utilizar". "O software livre é mais atractivo em termos de custos e qualidade", acrescenta o mesmo responsável.



A opinião do MIT foi solicitada no âmbito do programa PC Ligado, através do qual deverão este ano ser vendidos um milhão de PCs, parcialmente subsidiados pelo Estado. O programa visa aumentar a penetração dos PCs junto de famílias com rendimentos baixos ou médios.



De acordo com a Reuters, para a iniciativa avançar falta apenas decidir que software irá equipar as máquinas a comercializar, uma opção que já foi adiada por várias vezes, por falta de consenso. Parte dos membros do governo consideram que o utilizador deveria ter hipótese de escolher o software, podendo optar entre software livre e gratuito ou software da Microsoft, que eventualmente conhecem melhor.



De sublinhar que o programa da Microsoft que disponibiliza versões simplificadas do Windows para países com menos recursos é uma das hipóteses em cima da mesa. O governo liderado por Lula da Silva acompanha de forma atenta as alternativas à oferta de Microsoft e adoptou já a utilização de software livre em algumas áreas públicas. Em marcha no país está também o desenvolvimento de um novo sistema operativo, open source, apoiado pelo Governo.



Notícias Relacionadas:

2005-01-31 - Fórum Social Mundial apela à utilização de software open source nos países pobres

2003-11-25 - Governo Brasileiro quer reduzir custos através de software open source

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.