A Noruega está a comemorar uma marca assinalável no que toca à adoção de energias renováveis. Por esta altura, o país nórdico, que é um dos líderes globais na introdução de veículos elétricos nas estradas, conta já com 100.000 automóveis movidos a eletricidade - e de emissões zero - em circulação. Note que o país tem pouco menos de metade da população portuguesa.

O número corresponde a 3% do total de carros em circulação nas estradas do país e, em consequência, é responsável por uma redução anual de 200 mil toneladas de emissões de CO2, segundo a Associação Norueguesa de Veículos Elétricos que, de resto, conta já com 40 mil associados.

O executivo local tem estimulado a troca de veículos movidos a combustíveis fósseis por carros elétricos através de vários incentivos fiscais que incluem a supressão do IVA de 25% praticado sobre automóveis.

Para manter a tendência até 2020, data na qual a associação pretende atingir os 400.000 veículos elétricos em estrada, Christina Bu, secretária geral da organização, considera que os incentivos precisam de ser mantidos durante mais alguns anos. "Os políticos noruegueses precisam de ficar quietos e continuar a provar a receita para o sucesso. E isto significa continuar a oferecer benefícios substanciais aos compradores de carros sem emissões de CO2", disse.

O mercado mostra que a adoção é uma tendência crescente. No passado mês de setembro, o mercado automóvel norueguês registava, em vendas de carros novos, uma quota de mercado de 19% para os modelos elétricos. Até 2025, o objetivo é colocar este valor nos 100%.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.