Durante uma conferência em São José, nos Estados Unidos, dedicada a tecnologia, a Nvidia apresentou um novo supercomputador, o DGX-2, com previsão de lançamento no final do ano. Trata-se de uma plataforma “megalómana” de servidores para ajudar os cientistas e investigadores a aprofundar o treino da inteligência artificial através de Deep Learning. A máquina é apontada como o primeiro sistema no mundo a debitar dois petaflops de performance. Trata-se de o equivalente a 300 servidores, mas ocupando um espaço 60 vezes inferior e com maior eficácia energética. Em apenas seis meses, a Nvidia conseguiu fabricar um sistema com uma performance oito vezes superior ao anterior DGX-1.

A empresa revelou ainda que o seu processador gráfico Tesla V100 terá o dobro da capacidade de memória. Este terá a performance de 100 CPUs em apenas um GPU. O computador apresenta a nova tecnologia NVSwitch, um interconector de GPU capaz de ligar 16 placas de vídeo em simultâneo, baseados na microarquitetura Volta, duplicando assim a performance da primeira geração. E o que isso significa em termos de comunicação de dados? “Apenas” 2,4 terabytes por segundo…

Feitas as contas, o supercomputador está equipado com 16 placas de vídeo Tesla V100, 512GB de memória HBM2, dois processadores Intel Xeon e 30TB de armazenamento SSD baseado em tecnologia da nova geração NVMe.

O novo processador é destinado a máquinas de investigação de inteligência artificial e já foi requisitado por diferentes empresas, entre as quais a HP, IBM, Oracle, Dell e Lenovo para começar a utilizar nas suas soluções nos próximos meses.

Instalação de supercomputador em Portugal avança com assinatura de novo protocolo
Instalação de supercomputador em Portugal avança com assinatura de novo protocolo
Ver artigo

A nova geração de supercomputadores vai acelerar o processo de treino da inteligência artificial, o que em termos práticos significa melhores sistemas de reconhecimento de voz e tradução, com performances mais próximas ao natural. Um porta-voz da Microsoft referiu a importância da tecnologia da Nvidia para os seus sistemas Cortana, Bing e Microsoft Translator, que assim conseguirão atingir um novo patamar de “capacidades humanas”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.