É um dos jogos mais populares da história dos videojogos e a Microsoft quer eternizá-lo em formatos que fogem ao seu propósito inicial. Alavancada no potencial que demonstra em cativar franjas jovens de utilizadores, a empresa tem-se relegado dos mecanismos deste jogo de construção e sobrevivência para ensinar habilidades de programação aos mais novos.

Esta quinta-feira, num evento onde apresentou várias novidades, a tecnológica de Redmond anunciou que vai tornar a versão educativa deste jogo num programa ainda mais completo. A ferramenta que a empresa introduz agora é um construtor de código que vai integrar o Minecraft: Education Edition já a partir de hoje, dia 2 de maio.

Com esta funcionalidade, que foi especialmente desenvolvida a pensar no universo educativo, os utilizadores vão poder operar programas como o MakeCode, o Scratch e o Tynker para interagir com o jogo.

No programa, o código vai ser apresentado por um robot que ajuda os jogadores a escrever os comandos certos para fazer desencadear uma determinada ação. Desta forma, é possível ordenar o robot a escavar, a construir, a deslocar e a fazer coisas que, de acordo com a Microsoft, podem tornar-se difíceis mesmo para utilizadores com capacidades avançadas no que toca a "bater código".

Se não acharem este modelo desafiante, os utilizadores mais avançados vão poder escrever linhas de código diretamente em Javascript sem a ajuda do robot.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.