A On2 Technologies anunciou hoje, segunda-feira ter estabelecido um acordo com a Fundação Xiph.org, no sentido de possibilitar que os programadores possam utilizar o codec de vídeo VP3.2 da empresa especialista em tecnologia de compressão de vídeo com a tecnologia do Ogg Vorbis.

O Ogg Vorbis consiste num formato totalmente open-source e gratuito de áudio, já que a sua utilização não requer o pagamento de royalties nem está abrangido por patentes, ao contrário do popular MP3.

Desta forma, contando com o apoio da On2, a Xiph irá integrar o VP3.2 na infra-estrutura multimédia Ogg, de forma a disponibilizar uma solução completa, open-source e alternativa ao formato MPEG-4.

O VP3.2 da On2 comprime grandes ficheiros de vídeo em pacotes mais pequenos de forma a que possam ser enviados através da Web e recebidos a partir de dispositivos sem fios, set-top boxes e consolas de jogos. Este codec está disponível nos leitores de conteúdos multimédia QuickTime da Apple e Real One da Real Networks.

Esta aliança consiste no mais recente passo da On2 com vista a atrair os programadores e grupos de estabelecimento de padrões industriais a adoptarem a sua tecnologia.

Há quatro meses, a empresa propôs que a Internet Streaming Media Alliance considerasse a sua tecnologia de compressão como um formato padrão de vídeo. No ano passado, a On2 lançou o VP3.2 para a comunidade open-source num esforço para aumentar o interesse e o nível de utilização do codec.

Mas para vencer a guerra dos padrões, a On2 terá primeiro que derrotar um concorrente poderoso: o formato de compressão MPEG-4 para vídeo e áudio, sucessor da tecnologia MP3.

Apesar de a companhia ter lançado novas versões da sua tecnologia de codec de vídeo, o VP4 e o VP5, os seus responsáveis decidiram não torná-los open-source já que a On2 depende das suas licenças para obter receitas.

Desde Setembro de 2001, altura em que o VP3.2 passou a ser disponibilizado à comunidade open-source, cerca de 20 mil companhias e programadores de software registaram-se para efectuar o download da licença e do código-fonte. Durante o mesmo período de tempo, o Ogg Vorbis foi transferido mais de 250 mil vezes.

Notícias Relacionadas:
2002-06-05 - Versão de teste do novo QuickTime utiliza formato MPEG-4
2002-04-16 - Nova versão do formato Ogg Vorbis de música digital compatível com dispositivos móveis
2002-02-13 - Apple, Sun e Ericsson juntam-se para apoiar norma MPEG-4
2001-12-12 - RealNetworks suporta novo standard MPEG-4
2001-08-13 - Novo formato áudio Ogg Vorbis pretende ser alternativa gratuita ao MP3

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.