Com um ano algo atribulado, seja pelos sucessivos aumentos de preços do equipamento, pelo processo de violação de patentes ou pela desistência da parceria da Intel, a fundação One Laptop per Child parece agora querer dar um novo rumo ao seu trabalho.



Em causa estão as declarações de Walter Bender, presidente da OLPC, que, em entrevista, referiu que a "determinada altura" o XO poderá entrar na Europa a através da campanha Give One, Get One, inicialmente pensada apenas para o mercado norte-americano.



O programa permite que os consumidores dos EUA e Canadá comprem um pack que inclui dois computadores de baixo custo. O preço do pacote é de 400 dólares e implica que um dos equipamentos seja doado a uma criança de um país subdesenvolvido abrangido pelo projecto.



Ao que tudo indica, o único factor que tem afastado o XO das prateleiras europeias é a falta das certificações necessárias para a sua comercialização no velho continente, um detalhe que já está a ser tratado pela fundação.



Contudo, Walter Bender refere que a disponibilização do equipamento na Europa não é uma promessa mas sim uma tentativa a considerar que depende das aprovações para venda.



A iniciativa criada por Nicholas Negroponte já é responsável pela entrega de 50 mil computadores a consumidores norte-americanos através da campanha Give One, Get One, um valor significativo ao qual se deve somar o número de unidades do equipamento que ainda estão por entregar. Sem divulgar números concretos a organização refere que os números globais referentes à iniciativa indicam que, até à data, já foram entregues mais de 150 mil computadores em países emergentes.



Notícias Relacionadas:

2008-01-04 - Intel abandona projecto OLPC

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.