Desde que a Bungie, a criadora original da serie Halo, se tornou independente da Microsoft e “abandonado” a série, os novos capítulos da saga de Master Chief foram entregues à 343 Industries, estúdio criado com o propósito de dar continuidade à joia da coroa das consolas Xbox. O facto é que nem Halo 4 nem o quinto capítulo conseguiram superar as expetativas dos fãs, e sobretudo a crítica, e tendo em conta que The Master Chief Collection foi praguejado com problemas técnicos, a Microsoft parece não querer arriscar e terá disponibilizado um orçamento de cerca de 500 milhões de dólares para Halo Infinite, o próximo título.

O rumor surge da Xbox Dynasty (em post no Reddit), via Digital Trends, referindo que o valor se refere “apenas” à produção, não estando incluído ainda o investimento na promoção e marketing do novo videojogo. Ao confirmar-se, o valor ultrapassa as produções hollywoodescas da Rockstar, como Grand Theft Auto 5 e Red Dead Redemption 2, que nem sequer são FPS, mas sim jogos mais complexos, baseados em mundos abertos livres à exploração. Os títulos no género FPS mais caros são, alegadamente, Destiny (da Bungie ex-Halo) e Call of Duty: Modern Warfare 2, e não ultrapassaram os 300 milhões de dólares.

Apesar de tratar-se de apenas um rumor, a Microsoft tem vindo a investir bastante na sua divisão gaming, com a aquisição de estúdios, e revelando novos jogos. A gigante de Redmond prometeu uma participação na próxima E3 com “artilharia pesada”, e no seu alinhamento Halo Infinite deverá ser uma das “bombas” do evento.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.