Não há dúvida que Fortnite é um fenômeno e é já um ícone da cultura pop. Mas se o jogo da Epic Games continua a atrair jogadores para o Battle Royale, a produtora poderá ter encontrado outras formas de o rentabilizar. Recentemente, Fortnite foi notícia pelo concerto de Marshmello, um evento com 10 minutos de música virtual, que atraiu 10 milhões de jogadores para assistir.

As atividades ligadas à música são, aliás, uma das atrações do jogo, sobretudo pelas danças que as personagens podem executar nas partidas, levando mesmo alguns artistas a tomar ações judiciais de plágio contra a produtora.

A última novidade de Fortnite é que desde que foi lançada a atualização da Season 8, o mapa foi recebeu uma nova ilha chamada Weezer island. O nome da ilha não é inocente e é homónima da banda de rock americana Weezer. O grupo tem andado a promover o seu próximo álbum, The Black Album, mas o curioso é que estão a ser tocados temas em Fortnite que nunca tinham sido disponibilizados em nenhum outro meio.

A ilha é um parque de diversões temático, com diferentes atividades para serem desfrutadas a solo ou com os amigos. Mas sempre que estão no local, estão a ser tocados quatro temas diferentes do Black Album, da banda liderada por Rivers Cuomo.

Estará esta nova localização apenas disponível no decorrer da oitava temporada? Será que a Epic Games “aluga” áreas personalizadas do mapa para promover eventos e produtos de parceiros, tendo em vista a montra que é o jogo para um público de muitos milhões de jogadores? Tudo aponta para que a Epic tenha conseguido novas formas de rentabilizar Fortnite.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.