Uma imagem que podia ter um sentido negativo, mas que foi publicada por um executivo da própria Google justamente por uma questão de transparência - e possivelmente divertimento. Zandr Milewski partilhou no Twitter o ‘buggy’ autónomo da tecnológica a ser abordado por um polícia.

 

A Google viria depois a explicar que a situação aconteceu pois o polícia considerou que o carro estava a circular demasiado devagar. Recorda-se que o veículo autónomo da Google apenas atinge uma velocidade máxima de 25 Km/H, para que a novidade não seja vista como assustadora, mas antes amigável.

“Depois de 1,9 milhões de quilómetros de condução autónoma - o equivalente a 90 anos de experiência de condução de um humano - temos o orgulho de dizer que nunca fomos multados”, assegurou a tecnológica numa publicação no Google+.

Mesmo não havendo multa nesta situação, os carros autónomos da gigante norte-americana já estiveram envolvidos em acidente de viação, mas as responsabilidades têm sempre sido atribuídas a erro humano.

A nova frota de veículos da Google começou a ser testada em junho nas estradas da Califórnia, EUA.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.