Os portáteis de baixo custo vão continuar a sustentar o crescimento do mercado mundial de computadores pessoais durante os próximos anos, segundo a IDC. Nas previsões da consultora, as vendas deverão subir 15,7 por cento em 2008, com 311 milhões de unidades comercializadas.

O aumento continuará na casa dos dois dígitos até 2011, para no ano a seguir cair para nove por cento, somando-se um total de 482 milhões de máquinas vendidas.

Na Europa o número de computadores vendidos continua a crescer, tendo registado um aumento de 23 por cento durante o segundo trimestre de 2008, que compara com a subida de 12 por cento observada em idêntico período de 2007.

A IDC refere especificamente as vendas do Eee PC, da Asus, como um dos factores que mais ajudaram ao crescimento continuado do mercado europeu de PCs.

As vendas mundiais de portáteis, que este ano devem totalizar 148 milhões de unidades, podem duplicar valores em 2012, chegando aos 298 milhões. No espaço de dois anos o mercado de portáteis vai viver um "boom", crescendo 37,2 por cento este ano e 21,6 por cento em 2009.

A consultora acredita que a popularidade dos notebooks de baixo custo entre os consumidores domésticos, interessados num primeiro computador ou numa máquina adicional, contribuirá para aumentar as vendas e diminuir os preços.

As melhorias ao nível das infra-estruturas wireless e o papel dos portáteis no "estilo de vida digital" são também apresentados como factores de relevo no crescimento das vendas, tanto nos segmentos de consumo como no empresarial.

Notícias Relacionadas:

2008-07-17 - Mercado mundial de PCs desafia mau momento económico ao vender 71,9 milhões no 2º trimestre

2008-06-30 - Low-cost PC potencia crescimento do mercado no 1º trimestre

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.