O astronauta Nick Hague da NASA e o cosmonauta Alexey Ovchinin da Roscosmos tiveram que fazer uma aterragem de emergência cerca de meia-hora depois do foguetão russo Soyuz, que os levaria até à Estação Espacial Internacional, ter acusado erros de funcionamento minutos depois da descolagem em direção ao espaço.

A agência espacial norte-americana já confirmou que os astronautas aterraram no Cazaquistão, de onde tinham partido às 14h40, 9h40 em Lisboa, e que "estão bem". Os dois estavam a caminho da Estação Espacial Internacional onde iam iniciar uma nova missão de seis meses.

A NASA usou o Twitter para anunciar que havia problemas com o foguetão de lançamento e que “as equipas  estão em comunicação com os parceiros russos para obter mais informações sobre o problema com o impulsionador do lançamento”.

Pouco depois, a agência norte-americana indicava que os astronauta da NASA Nick Hague e o cosmonauta da Roscosmos Alexei Ovchinin estavam "a voltar à Terra num modo de descida balística".  A cápsula russa Soyuz aterrou a cerca de 20 a 25 quilómetros de Zhezkazgan, no Cazaquistão.

A chegada à Estação Espacial Internacional deveria acontecer seis horas após a descolagem, naquela que seria uma missão de seis meses.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.