Os processadores com arquitectura de 32-bit irão dominar o mercado mundial de equipamentos móveis baseados em tecnologia GSM. A previsão é da In-stat MDR que estima um aumento das receitas para os fabricantes de processadores embebidos de 32-bit, desenhados à medida das necessidades dos fabricantes móveis, até aos 5,2 mil milhões de dólares em 2007.



A análise da consultora tecnológica refere-se ao período compreendido entre 2002 e 2007, para o qual é estimado uma taxa média anual de crescimento de 12 por cento. No primeiro ano em análise, o mercado de processadores embebidos de 32-bit arrecadou 3 mil milhões de dólares, um volume que não irá parar de crescer utilizando uma mistura de funções pré-definidas pela arquitectura de 32-bits e um conjunto com funções desenhadas especificamente para telemóvel.



O estudo identifica como principais players deste segmento a ARM, ARC, IBM e MIPS considerando que estes estão bem posicionados para dominar o mercado de consumo, comunicações avançadas, aplicações de infra-estrutura e área industrial, onde a arquitectura 32-bit poderá também encontrar um lugar interessante, "sobretudo no segmento médico e nos processos de automatização", explica Jerry Worchel consultor sénior In-stat MDR.



Em termos de propriedade intelectual prevê-se que o mercado de 32-bit seja dominado pela ARM que deverá captar pelo menos um quarto das receitas realizadas no período em análise.



A In-stat MDR ressalva que o bcrescimento estimado da tecnologia de 32-bit neste mercado especifico não destronará a arquitectura de 64-bit, actualmente a mais utilizada em termos globais. Esta continuará com as taxas de crescimento mais elevadas do mercado, mantendo-se à frente das restantes tecnologias embebidas.



Notícias Relacionadas:

2002-05-02 - ARM pretende ultrapassar 1 GHz nos processadores para dispositivos móveis

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.