Os membros da rede nacional de CSIRT preparam para este ano o desenvolvimento de um projecto-piloto na área da detecção de intrusões. A iniciativa vem no seguimento de um plano mais abrangente, que tem por objectivo reforçar os instrumentos necessários à prevenção e resposta rápida num cenário de incidente de grande dimensão.

Como parte desse mesmo plano está também prevista a articulação da CSIRT com as forças policiais, refere-se num comunicado enviado à imprensa. Para esse efeito foi constituída uma task-force dentro da rede para se iniciarem contactos com as forças e serviços de segurança interna, no sentido de avaliar possíveis áreas de cooperação.

Para 2011, a rede nacional pretende igualmente alargar a sua base de membros e melhorar a qualidade dos serviços prestados à comunidade, “através de acções de sensibilização para a temática da segurança informática junto dos sectores da Banca, da Administração Pública e dos operadores de infra-estruturas críticas nacionais”, pode ler-se na nota enviada à imprensa.

Num balanço relativamente ao que foi feito pelas durante o ano passado, as equipas portuguesas de resposta a incidentes de segurança informática destacam a criação de um conjunto de instrumentos de cooperação e de auxílio mútuo no tratamento de incidentes dentro do território nacional, “com ênfase nos ataques de phishing, negação de serviço e malware”.

Designadamente, foi elaborado e adoptado pelos membros um conjunto de boas práticas para mitigação do impacto decorrente de incidentes de segurança informática, foi adoptada uma taxonomia comum para classificação dos incidentes tratados e foram aprovados mecanismos para a partilha de indicadores estatísticos sobre os mesmos

A Rede Nacional de CSIRT é um fórum de cooperação e coordenação entre equipas de resposta a incidentes de segurança informática em Portugal. Entre os objectivos propostos, este fórum quer estabelecer um ambiente de cooperação e assistência mútua no tratamento de incidentes e na partilha de boas práticas de segurança; criar indicadores e informação estatística nacional sobre incidentes de segurança; criar os instrumentos necessários à prevenção e resposta rápida num cenário de incidente de grande dimensão; e promover uma cultura de segurança em Portugal.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.