Os smartphones da HTC não infringem qualquer das patentes invocadas pela Apple num processo intentado em tribunais ingleses, declarou hoje o juiz do tribunal de Londres encarregue de julgar a ação.

Em causa estavam quatro patentes relativas a tecnologias usadas nos ecrãs táteis de alguns dos modelos da fabricante asiática, incluindo uma que protege a popular funcionalidade "deslizar para desbloquear", descreve a Bloomberg, que avançou a informação esta tarde.

O magistrado não só entendeu que os terminais da HTC não infringem nenhuma das quatro patentes colocadas em apreciação pela fabricante do iPhone, como consideram inválidas três das patentes invocadas.

A decisão do tribunal britânico "marca uma derrota considerável para a Apple na guerra das patentes dos smartphones", afirmou Peter Bell, advogado da Stevens & Bolton LLP, em declarações à agência noticiosa. "Duas das principais patentes da Apple foram bloqueadas no Reino Unido", realçou o advogado.

A HTC mostrou-se satisfeita com a sentença do juiz Christopher Floyd, mas lamentou que "a Apple continue a preferir a concorrência nos tribunais à concorrência no mercado".

"A concorrência é saudável, mas os concorrentes devem preocupar-se em criar a sua própria tecnologia original e não roubar a nossa", afirmou a Apple, num comunicado enviado por email, onde se absteve de comentar este caso em concreto, escreve a mesma fonte.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Joana M. Fernandes

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.