A capacidade de armazenamento do novo formato pode ser comparada com os 25GB e os 50GB oferecidos, respectivamente numa única camada ou em duas camadas, pelos discos Blu-ray atuais.

Segundo a informação disponibilizada pelas duas gigantes japonesas, a tecnologia destina-se a uso profissional, principalmente a negócios que necessitem de armazenar grandes quantidades de dados a longo prazo.

A indústria de produção vídeo, nomeadamente na área do motion picture e do broadcasting, é apontada como um dos potenciais clientes da nova tecnologia, que também poderá fazer sentido para os centros de dados baseados na nuvem.

Além de oferecer capacidade de armazenamento para grandes quantidades de dados, o formato oferece proteção face a alterações bruscas de temperatura, assim como resistência à água e ao pó, refere-se num comunicado à imprensa.

Acrescenta-se ainda a compatibilidade intergerações entre diferentes formatos, assegurando que os dados possam continuar a ser lidos independentemente das evoluções que possam registar-se. “Isto faz com que [o novo formato] seja um meio robusto para o armazenamento de longo prazo”, sublinha a Sony.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.