A Sony criou um televisor de dimensões gigantescas (de acordo com a BBC, “maior do que um autocarro”) com resolução de 16K. A empresa japonesa define a tecnologia utilizada como “Crystal LED”, que é o nome dado pela marca ao micro-LED. O ecrã de 19,2 metros por 5,4 metros está localizado num centro de investigação da empresa de cosméticos Shiseido, em Yokohama, a sul de Tóquio.

O modelo consiste num conjunto de painéis modulares sem molduras, o que faz com que seja dada a sensação de se tratar de uma tela única quando encaixados. A resolução de 16K oferece, por exemplo, 16 vezes mais pixéis que um ecrã 4K ou 64 vezes mais que um televisor com Full HD (1080p), apresentando uma densidade de 15360p x 8640p.

A empresa japonesa já tinha, em 2014, desenhado um modelo de 16K, que esteve exposto no aeroporto de Tóquio. No entanto, como se pode ver pela imagem, em vez de parecer uma tela única, dava a sensação de se tratar de um conjunto de dezenas de pequenos ecrãs.

tek tokyo airport

David Mercer, da Strategy Analytics, declarou à BBC que “neste final de década estamos a caminhar lentamente em direção ao 8K e não sabemos quanto tempo mais será necessário para irmos além disso”, considerando assim que “provavelmente o 16K seja limitado ao mundo empresarial por algum tempo”.

A Sony não revelou o método envolvido, mas sabe-se que recorreu anteriormente ao chamado “demosaicing” para obter imagem com a definição que ficou conhecida por “quad ultra-high”. Consiste na aplicação de um algoritmo à imagem de 8K para deduzir como devem parecer os pixéis adicionais, um processo semelhante ao que acontece em alguns televisores 4K em relação a imagem de 1080p.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.