A Sony revelou a sua nova câmara fotográfica topo de gama, a Alpha 1, uma mirrorless full-frame com algumas funcionalidades inovadoras, naquela que é o seu equipamento tecnologicamente mais avançado. Tem um novo sensor de imagem de 50,1 megapixéis com tecnologia full-frame stacked Exmor RS. A câmara apresenta 120 cálculos AF/AE por segundo e capacidade para gravar vídeo a 8K 30p a 10 bits. “A Alpha 1 vai permitir aos criadores capturar aquilo que até aqui nunca tinham conseguido”, salienta a marca no comunicado.

A câmara destaca-se por combinar o sensor full-frame de 50 MP com o sistema de disparo rápido a 30 FPS, pela primeira vez no mercado. Este sistema é apontado, por exemplo, para fotógrafos de desporto, que necessitam de capturas de elementos rápidos, sem correr o risco daquele momento único ficar desfocado. Isso deve-se ao buffer da sua memória que é capaz de disparar até 155 imagens full-frame em compressão RAW ou 165 em formato JPEG até 30 FPS através do shutter eletrónico, mantendo a performance total de até 120 AF/AE por segundo. A máquina ajusta automaticamente a exposição, mesmo com mudanças súbitas de brilho.

Por outro lado, os criadores de vídeo já podem começar a pensar na próxima geração, com o potencial de registar imagens em 8K 30p ou a 4K a 120p, ambas as resoluções a 10 bits. A câmara inclui ainda um estabilizador de imagem de 5 eixos no corpo do equipamento.

A nova Alpha 1 oferece 9,44 milhões de pontos OLED Quad-XGA com uma taxa de refrescamento até 240 FPS. E para os profissionais que necessitam de rapidamente aceder às imagens, consegue mover ficheiros 3,4 vezes mais rápido com transferências FTP wireless. Também tem duas saídas CFExpress Type A, compatíveis com SDcards UHS-II, prometendo transferências rápidas.

O sistema de viewfinder da câmara é também a primeira do mundo a oferecer uma taxa de refrescamento a 240 FPS no seu ecrã, segundo a Sony. É referido que ecrã não se apaga quando é feito uma exposição, de forma manter a visualização de forma interrupta, mesmo durante os disparos contínuos. O ecrã OLED de alta definição oferece a melhor resolução para os profissionais observarem diretamente todos os detalhes das fotografias captadas.

O sistema avançado de autofoco é um dos principais destaques da máquina, com a Sony a referir que continua a puxar pelo limite da tecnologia. A marca garante imagens em movimento e complexas com alta precisão. E o novo motor de processamento de imagem, o BIONZ XR, melhora em 30% a deteção em tempo real do AF de olhos, em relação ao modelo anterior. Esta tecnologia será ideal, por exemplo, para fotógrafos de natureza que tentam captar as melhores imagens de pássaros. O equipamento tem um modo específico para este segmento, com algoritmos otimizados para garantir a captura quando um pássaro pousado levanta voo repentinamente.

As capacidades elevadas da câmara, nomeadamente o burst rápido de imagens e o suporte a vídeo 8K, indica que a Sony pisca o olho aos profissionais que vão fazer a cobertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio. A Sony preparou uma lista de informações técnicas do equipamento. A Alpha 1 chega em março com um preço de 7.300 euros.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.