A Sun Microsystems lançou recentemente a sexta versão do StarOffice, a sua suite de ferramentas de produtividade que permite criar documentos de texto, folhas de cálculo e apresentações, funcionando com os sistemas operativos Windows, Linux e Solaris. Através da aplicação de base de dados AdabasD da Software AG, o StarOffice possibilita a funcionalidade de base de dados integradas em todas as plataformas.



Além disso, trabalha de forma transparente com uma enorme variedade de formatos de ficheiros, permitindo aos utilizadores familiarizados com outras suites (entre as quais o Microsoft Office), abrir, modificar e partilhar ficheiros. Agora mais compatível com o Office da rival Microsoft, o StarOffice, contudo, passa, com esta nova versão, a ser pago, ao contrário do que ocorreu até à edição 5.2.



Apesar de, segundo Eduardo Soleiro, account executive da WhatEverNet - uma das duas companhias escolhidas pela Sun para distribuírem o software no território nacional, para além da Solsuni - ainda não estarem disponíveis os preços de comercialização na Península Ibérica, nos Estados Unidos, o StarOffice irá custar 75,95 dólares (cerca de 82 euros).



Para clientes empresariais, o preço do pacote será definido de acordo com o número de utilizadores, variando entre 25 e 50 dólares (entre 27 e 54 euros), dependendo do volume. Os professores, estudantes e outros agentes do sector educativo terão apenas que pagar o custo do CD-ROM e de distribuição.



Mas a Sun faz questão de salientar que continua a disponibilizar uma versão gratuita da sua suíte de ferramentas de escritório, o OpenOffice.org 1.0, uma versão open-source do StarOffice da qual pode-se efectuar gratuitamente o download. O código-aberto do programa de office da Sun está disponível na página do projecto OpenOffice.org.



Referindo-se indirectamente ao concorrente Microsoft Office, a Sun afirma que ao optarem por adquirir o StarOffice 6.0, "os utilizadores comuns e as empresas podem economizar até 80 por cento dos custos de licenciamento do software", representando "uma alternativa económica às suites proprietárias que possuem preços muito elevados, e políticas de licenciamento bastante restritivas".



Uma das vantagens desta suite é que emprega a eXtensible Markup Language (XML), uma linguagem aberta que permite que o utilizador recorra a ferramentas para abrir, editar e partilhar conteúdos do StarOffice. Estes podem ainda usufruir dos filtros de importação e exportação do Microsoft Office, incluindo suportes para Office XP, reconstrução de caixas de diálogo, templates adicionais, gráficos, clipart e um interface de ajuda renovado e melhorado.



Embora esteja acessível em 10 idiomas, o StarOffice 6.0 vai estar inicialmente disponível em Portugal apenas em inglês ou outra das quatro línguas oficiais do produto, estando previsto que o processo de localização para língua portuguesa termine dentro de alguns meses. A Sun Portugal comercializa e suporta desde já o produto na versão inglesa em vendas empresariais de 150 ou mais licenças.



Os utilizadores podem usufruir dos filtros de importação e exportação do Microsoft Office, incluindo suportes para Office XP, redesenhar caixas de diálogo, templates adicionais, gráficos, clipart e um interface de ajuda redesenhado e melhorado.



A versão asiática do StarOffice 6.0, conhecido como StarSuite 6.0, adiciona suportes para idiomas coreano, japonês e chinês (simplificados e tradicionais). O desktop integrado foi removido para suportar ambientes de desktop originais tais como GNOME, KDE e Windows. O StarOffice 6.0 inclui o CD do software, um guia de instalação, um manual de utilização, suporte e formação baseada na Web.



Notícias Relacionadas:

2002-02-26 - Sun poderá passar a cobrar pelas versões Linux e Windows do StarOffice

2001-12-17 - Download de StarOffice 6.0 Beta só até 31 de Dezembro

2001-10-03 - Sun Microsystems lança versão beta do StarOffice 6.0

2001-08-31 - Sun demonstrou o StarOffice 6.0 em versão beta

2001-05-08 - Sun prepara lançamento do StarOffice 6.0

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.