Há uma nova marca na tabela dos supercomputadores mais poderosos do mundo. O Roadrunner, pertencente ao exército americano, é o novo líder desta tabela que impressiona pela quantidade de processadores usada em cada combinação e pela capacidade de cálculos possíveis.



Neste caso são 12.960 processares Cell melhorados, os mesmos que são usados na última geração da PlayStation, a trabalhar em conjunto com outros 6.912 processadores Opteron da AMD. Com 1,6 petaflops, o Roadrunner pode garantir até 1.026 quadriliões de cálculos por segundo (1.026x1015), detalha o The Register. Tamanha capacidade de processamento é também sinónimo de grande consumo energético, o equivalente ao consumo diário de um centro comercial médio.



A capacidade do Roadrunner duplica a do anterior líder da tabela dos maiores supercomputadores do mundo, também liderada pela IBM e pelo BlueGene/L, da mesma família de processadores que ocupa várias posições no Top 50 dos maiores supercomputadores do mundo.



Um exemplo citado pelo The New York Times explica que se os 6 mil milhões de habitantes da terra usassem durante uma semana uma calculadora durante 24 horas levariam, mesmo assim, 46 anos para igualar a capacidade de cálculo do Roadrunner num dia.



O supercomputador custou 133 milhões de dólares e será usado pela defesa americana para simular efeitos da utilização de armas nucleares e de alterações climáticas a partir do laboratório militar de Los Álamos no Novo México.



Notícias Relacionadas:

2007-06-27 - IBM desenvolveu 6 dos 10 supercomputadores mais potentes do mundo

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.