A unidade de investigação Instituto de Engenharia Electrónica e Telemática de Aveiro - IEETA, da Universidade de Aveiro, desenvolveu o Vital Jacket, um pré-produto que alia a tecnologia têxtil à micro-electrónica permitindo a monitorização de diversos pontos vitais do corpo do utilizador, tais como, os batimentos cardíacos, a temperatura, a saturação de oxigénio no sangue e a actividade física.


O controlo destas variáveis pode ser efectuado remotamente através de sistemas electrónicos, sem fios, ligados ao vestuário.


A área tecnológica e de comunicações do projecto foi concebida pelo grupo de Sistemas de Informação na Área da Saúde enquanto o desenho e confecção da peça final coube ao Centro Tecnológico das Indústrias Têxtil e do Vestuário de Portugal- CITEVE, sub-contractado para o efeito.


O Vital Jacket pode ser "inserido no paradigma Casa do Futuro" e complementado com diferentes sistemas electrónicos baseados em home-monitoring ligados em rede, tais como, "uma unidade de medição de pressão arterial, uma balança, um dispensador automático de medicamentos, entre outros", indica o comunicado emitido pela Universidade de Aveiro.


Este produto será apresentado na feira têxtil Modtissimo a decorrer nos próximos dias 3 e 4 de Outubro, no Edifício da Alfândega/Centro de Congressos do Porto.

Notícias Relacionadas:

2003-05-28 - Casas com futuro na Fundação Portuguesa das Telecomunicações

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.