Considerando que os Chromebooks são computadores portáteis acessíveis, vocacionados sobretudo para estudantes, uma das vantagens é o acesso às aplicações Android disponíveis na Play Store da Google, incluindo o Office da Microsoft. Mas a gigante tecnológica já confirmou que vai retirar a versão do Office para ChromeOS, o sistema operativo dos Chromebooks, da Play Store no dia 18 de setembro.

A partir dessa altura, os utilizadores vão ter que usar a versão web browser, autenticando-se no Office.com ou Outlook.com. No entanto, a aplicação vai manter-se disponível para os utilizadores de smartphones Android. Isto significa, no fundo, que a aplicação de produtividade deixará de trabalhar quando o computador estiver sem rede online.

Vários utilizadores já estão a receber mensagens para trocar para a versão web, quando entram na aplicação no computador, refere o 9to5Google.

A explicação poderá estar na otimização necessária das aplicações para correr nos portáteis Chromebooks, no que diz respeito a resoluções e upscalling necessário de uma versão criada essencialmente para smartphones. A versão web pretende resolver essa otimização da experiência de utilização ao ser acedida via browser, tal como a empresa explicou ao website About Chromebooks.

Em alternativa ao Office, a Google oferece o seu G Suite, com aplicações de produtividade semelhantes, tal como o Docs e o Sheets, para quem usa o Word e Excel.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.